terça-feira, 16 de novembro de 2010

Sagitário - Sinastria Amorosa


Mulher – Virgem                           Homem - Sagitário
Terra – Mutável - Negativo           Fogo - Mutável - Positivo
Símbolo – a Virgem                      Símbolo – o Arqueiro
Forças Noturnas - Femininas        Forças Diurnas - Masculinas

Em sua maioria, as pessoas começam com ambições para o futuro; assumem uma profissão ou carreira de sua escolha, trabalham para alcançar um objetivo – e, eventualmente, depois que se regalaram com suas realizações por um período razoável ( e guardaram algum dinheiro), aposentam-se e fazem o que lhes apraz. Os arqueiros abordam a ético do trabalho de maneira inversa. Preferem começar pela aposentadoria – ou, pelo menos, fazendo o que lhes apraz. Se o que lhes apraz é indevidamente restringido pelas exigências do emprego, é comum jogarem a segurança pela janela, darem de ombros – e seguirem seus palpites por algum tempo, decidindo que, quando a situação ficar dura, sempre podem encontrar uma atividade diferente e que não seja tão limitadora. Esse tipo de atitude deixa horrorizada a mulher Virgem, em geral tão trabalhadora, eficiente e responsável. A princípio ela o criticará com gentileza, mas depois, se ele continuar a comportar-se como se o futuro pouco importasse, as reais apreensões da virginiana a farão apontar com maior rispidez as falhas do sagitariano.

Ele se ressentirá francamente do que considera uma censura. então pegando seu arco, disparará algumas rudes flechadas de verdade – como a vê – no âmago das objeções da virginiana. Ele lhe ddirá que trabalhar em uma ocupação mais odiada do que apreciada apenas pela segurança financeira pode assassinar o espírito aos poucos. Ele não sabe ( ou pouco lhe importa) como os outros homens se sentem, mas acha que o trabalho ou a carreira de um indivíduo deve ser algo que lhe dê tanto prazer, que se necessário, seria capaz de leva-lo avante sem um centavo de pagamento, porque o desafio daquela atividade o seduz – porque deve expressar-se daquela maneira ou ficará frustrado para sempre. (Um arqueiro frustrado, mais do que qualquer outro, é um homem tristonho e vazio).

Uma vez que Virgem contém a semente da pureza (pureza de pensamento, atos e intenções), a virginiana pode ser tocada pelos argumentos de seu inquieto e independente Arqueiro, até que aos poucos, começará a ver as coisas pelas lentes mais rosadas que ele usa. Também é possível que ela impressione o amado ou marido sagitariano com o selo de sua própria espécie de paciente integridade e senso de responsabilidade, sua aptidão em manter os sonhos limpos e ordenados, polidos e brilhantes, mais passíveis de continuarem realmente belos quando for a hora de saírem de suas gavetas de cedro e tornarem-se realidade. Desta forma, a Virgem e o Centauro, podem auxiliar um ao outro, à eliminar seus defeitos pelo processo de apenas intercambiarem suas qualidades individuais.

De fato, há inúmeros assuntos secundários em que estes dois discordarão, provocando conflitos periódicos. Contudo, sempre existirá a alquimia homem-mulher para abrandar a mágoa de todas as coisas que, em realidade, não importam tanto como eles julgam. A química forte do amor pode superar aborrecimentos diários e irritação, com a forte fragrância de rosas lavadas por uma chuvarada de verão em um jardim...com a jubilosa sensação de terra úmida e da relva molhada refrescando estes dois corações e almas, fatigados pela constante incompreensão. Quando a virginiana se reclina entre os braços protetores de seu homem sagitariano, ela lhe perdoará a maioria das transgresões que a ofenderam e ele esquecerá a própria raiva intensa ao ter sido criticado e posto em dúvida. As chamas da paixão e desejo no íntimo de sua natureza de signo de fogo e as necessidades mais profundas e quietas da “terrealidade” dela podem misturar-se em um contentamento e paz entre eles, que formarão alicerces para uma maior tolerância mútua quanto aquelas áreas menos importantes do conflito. Ela, contudo, não deverá permitir que o desinteresse e recato físico, próprios de Virgem, o façam sentir-se rejeitado, porque o sagitariano busca e precisa de uma resposta mais entusiasta a sua expressão de ternura física.

Sua virginiana, inteligente e meiga, mas um tanto fria, que o ama com sua mesma intensidade, mas que no início é incapaz de expressar os sentimentos mostrando nisso a mesma fácil espontaneidade dele. Dizer-lhe que é frígida não resolverá o problema. A falta de tato jamais resolveu coisa alguma. O sagitariano precisará ensinar-lhe pacientemente a confiar nele por completo, porque a paciência, ao contrário da “brutal sinceridade”, pode resolver absolutamente tudo. Quando a virginiana aprender a ser ela própria com o homem amado, poderá tornar-se a Unicidade sexual de ambos, uma demorada e profunda experiência para o às vezes desajeitado, mas alegre e generoso Arqueiro, que tem capacidade para chegar às alturas em tudo o que faz...inclusive quando faz amor.

Bibliografia consultada - Os Astros comandam o Amor – Linda Goodman

Homem – Virgem                        Mulher - Sagitário
Terra – Mutável - Negativo          Fogo - Mutável - Positivo
Símbolo – a Virgem                     Símbolo – o Arqueiro
Forças Noturnas - Femininas       Forças Diurnas – Masculina

Tanto Sagitário como Virgem, nasceram sob signos mutáveis, de modo que virginianos e Arqueiros conseguem, em geral, comunicar-se com facilidade um com o outro, estejam, eles comunicando a censura de Virgem e a franqueza de Sagitário – ou uma amistosa compreensão. A comunicação fácil é o primeiro passo no caminho para a compreensão de pontos de vista e abordagem diferentes um do outro. Estes dois, sem dúvida, falarão muito, de trás para diante; talvez também se movimentem bastante, embora o virginiano seja mais acomodado e prefira ficar mais tempo em um só lugar do que Sagitário. Contudo, com a influência de Vulcano (Atual regente de Virgem, prestes a ser descoberto), o virginiano começa a sentir inquietantes espetadelas de descontentamento, uma compulsão a se questionarem e perambularem...a modificarem antigos padrões e hábitos, bem como explorarem o mundo para ver que surpresas encontrarão. Isto é simplesmente formidável, porque os amistosos Arqueiros adoram companhia com quem tenham afinidade enquanto trotam felizes e curiosas pela inexplorada Floresta de Sherwood da Vida, a cavalo ou a pé, de avião ou de trem.

Virgem ensinará a Sagitário um pouco de cortesia, boas maneiras e paciência, enquanto Sagitário ensinará a Virgem o valor da generosidade de espírito, da mente aberta, tolerância...e melhor que tudo, da gloriosa liberdade! Aos observadores, eles poderão parecer, decididamente, um estranho casal, mas depois de algum tempo, Sagitário ensinará o virginiano a não ligar tanto para que os outros dizem ou pensam. Bastará ele ser fiel a si mesmo e tudo se ajustará no lugar certo. Afinal, não existe ninguém que possa agradar a todos, e o sagitariano é a pessoa exata para ensinar a Virgem que objetivo fútil pode ser tentar agradar o mundo inteiro “com perfeição”. Ela o convencerá a relaxar e ele mostrará a ela como não cair tão desajeitadamente, apenas indo um pouco mais devagar (verbalmente ou não).

O virginiano perceberá que a jovem mulher Sagitário é uma criatura confiante e vulnerável, apesar de todo o seu duplo machismo, e não será a vencedora de todas as corridas. Ela tropeça e cai mais vezes do que consegue lembrar, confiando em pessoas que a magoam e a abandonam justamente quando mais precisa delas. Ele amenizará suas recordações dolorosas com uma afetuosa preocupação e a ajudará a analisar o motivo pelo qual deve esquecê-las, agora que existem apenas as velhas cicatrizes como lembrança – e garantirá que essas cicatrizes desaparecerão mais depressa se ela olhar para o futuro e não para o passado.

A proximidade física que partilham – se o virginiano continuar com o pulso firme nas rédeas e se a sagitariana não arranhar-lhe a sensibilidade e sua necessidade subconsciente de pureza. Ela tem o potencial de ser tão apaixonada como a natureza do elemento “Fogo” dela e, ao mesmo tempo, tão serena e profunda quanto os desejos “térreos” dele. Nele existe algo de calmo e sossegado, capaz de transmitir graciosamente as ânsias da parceira em direção a uma espécie de plenitude, que a fará saber o quanto a paz e a afeição são mais importantes do que vencer todos os jogos em um desafio amoroso. Ela se sentirá vazia sem o calor dele ao seu lado, caso permitam que um choque de personalidades os force a dizer adeus. Ele também sabe, embora talvez nunca o expresse em palavras, que as tempestades emocionais às vezes suportadas pelos dois podem deixá-lo com o espírito fatigado de tentar...Ele pode não falar muito com outras pessoas, mas ambos são mutáveis e tem muito a dizer quando estão juntos...ele lhe conta coisas que não partilharia com mais ninguém, pois confia nela, sabe que guardará suas confidências e as considerará com ternura. O virginianao precisou treiná-la a ouvir e compreender o valor da privacidade...mas Sagitário é super inteligente e aprendeu depressa.

Bibliografia consultada - Os Astros comandam o Amor – Linda Goodman

Homem – Sagitário                           Mulher - Libra
Fogo – Mutável - Positivo                 Ar – Cardinal - Positivo
Símbolo – o Arqueiro                        Símbolo – a Balança
Forças Diurnas - Masculinas              Forças Diurnas - Masculinas

Existem exceções, é lógico, mas casar ou não é um dos problemas de maior dimensão enfrentado por este específico casal apaixonado. Libra fica inconscientemente frustrada, a menos que partilhe os altos e baixos da vida, alegrias e tristezas, esperanças e angústias com outra pessoa. Uma libriana solitária é como uma Balança com apenas um prato, de modo que podemos compreender como isso a faz sentir-se inútil. Não podemos pesar nada em perfeito equilíbrio e harmonia quando só temos metade do equipamento - e o homem que ela ama é a outra metade que equilibra esta mulher como um ser humano total. ( A menos que ela seja uma daquelas librianas totalmente voltadas para a carreira, com um sócio compatível. Então, ficará satisfeita por um período razoável – mas não para sempre – sem um companheiro).

Um homem Sagitário, na verdade, não é contra a união, porque também não gosta de ficar sozinho. Ele será muito mais feliz com uma amiga ao lado, enquanto faz suas palhaçadas, conta suas fanfarronices e procura seu caminho ao longo da trilha do hoje, aquela que conduz às auto-estradas do amanhã. Se a amiga também for bonita, de covinhas, meiga e carinhosa, tanto melhor. Se ela for inteligente o bastante para nivelar-se a ele e intercambiar filosofias ( o que ela é, de sobra), o sagitariano não objetará a que leve sua máquina fotográfica, binóculos de campanha, tenda para um ou dois, etc...Somente quando ela começar a orientar a conversa para becos sem saída, como comprar uma propriedade ou arranjar um emprego fixo, é que ele se inquietará na coleira.

Para a libriana que ama um arqueiro, é excelente a idéia de acompanha-lo em vez de tentar forçá-lo às suas convicções. Por mais doces, meigas e aveludadas que sejam suas maneiras, ele permitirá o risco de ser asfixiado e ficará inquieto. Desde o início, ela deverá conscientizar-se de que nuca chegará a controlar inteiramente esta criatura Centauro-palhaco, de olhos brilhantes e transbordando de sonhos.

Ele se sentirá atraído pela mente notável desta mulher e tocado pelo otimismo que ela sempre demonstra, tão semelhante ao seu. A libriana busca as mesmas forrações prateadas atrás de cada nuvem, como ele. Uma vez que tende a viver em um mundo de sua imaginação, os problemas jamais serão inteiramente reais para ela. Sua mente sagaz e o talento para a dedução lógica em geral encontram meios para a solução de qualquer problema - ou para rejeitá-lo, antes que cresça e se transforme em crise importante.

Ela é, não obstante, sensível à ofensa e a palavras rudes. Com toda a sua aptidão para pintar arco-íris em nuvens cinzentas, e a despeito de sua natural ânsia libriana por paz e harmonia a todo o custo, se ele lhe espetar o coração tenro com demasiadas flechas pontiagudas, ele o sopesará à luz da lógica de Libra e decidirá que o amor deste homem é desequilibrado demais para seu gosto. Ela lhe admira a inteligência e a mente ágil, mas não será almofada de alfinetes nem alvo de flechadas.

Uma libriana respeita a honestidade e o idealismo, porque são qualidades que ela possui. Apreciadora de festas e pessoas, de atividades sociais, arte e música, também gosta de ler, de aprender, de debater e de todas modalidades de desafios. O homem Sagitário é moldado no feitio exato para ajustar-se às suas necessidades e desejos. A mulher perfeita para ele deve ser generosa, sociável e gregária, ser sua igual em mentalidade e gêmea de seu coração. Como ele, ela precisa acreditar que amanhã será um dia melhor e achar excitante fazer as coisas impulsivamente.

Uma vez que Ar e Fogo combinam bem em compatibilidade sexual, ela pode despertar ondas de paixão nele, com os extremos de apenas um olhar...ou um estimulante debate intelectual. O primeiro insuflará nele a mesma terna ( mas também ardente) necessidade sentida por Romeu, ao escalar o balcão de Julieta. O segundo provocará a mesma ardente necessidade, mas sem a ternura, porque quando o homem percebe que a mulher lhe é igual intelectualmente, isto nunca deixa de estimula-lo com a incontida necessidade de responder, enquanto o bravio desafio do acasalamento se encontra, em realidade, apenas em nível subconsciente.

Pessoas que se amam podem deixar de amar-se com a mesma rapidez, quando existe apenas sua química sexual para interessá-las. Não haverá muita possibilidade disto, em se tratando de Libra e Sagitário. Os dois sempre encontrarão muito sobre o que falar. Ela vê o garotinho através das fanfarronices dele e gostaria de passar a vida educando-o. Toda libriana tem uma professora escondida dentro de si. Ele é tão curioso sobre tudo e, além disso, fica intrigado ante o que uma mulher sente e o que causa suas emoções. Tem mil perguntas a fazer, para as quais ela terá no mínimo, duas mil respostas. Ele também lhe ensinará muitas coisas, pois tem uma rápida percepção do que realmente importa.

Bibliografia consultada - Os Astros comandam o Amor – Linda Goodman


Mulher – Sagitário                            Homem - Libra
Fogo – Mutável - Positivo                Ar – Cardinal - Positivo
Símbolo – o Arqueiro                      Símbolo – a Balança
Forças Diurnas - Masculinas            Forças Diurnas - Masculinas

É possível que ela nunca tenha se casado quando os dois se conhecerem. Claro que sempre há exceções, mas em geral a jovem Arqueira não se precipita para os laçoe matrimoniais tão cedo como os homens Libra. Elas dão muito valor à própria liberdade. Contudo, mesmo não existindo um marido, é quase certo que ela terá tido outros amores antes de encontrar o libriano de fala mansa, que a envolve no suave edredom de seu sorriso. De fato, o homem Libra que amar esta mulher terá uma chance maior de conserva-la quando se conhecem depois que ela amadureceu emocionalmente. Ser seu primeiro amor pode significar uma adorável e emocionante experiência, do tipo que um homem recordará pelo resto da vida – mas nem sempre tem o desejado resultado da permanência. O coração dela precisa amadurecer para poder entender e dar valor a um amor duradouro.

Não que ela encare o amor levianamente, pouco importando quantos romances possa ter vivido, com aqueles olhos ingênuos e confiantes, tão arregalados, mas tão cegos às realidades da natureza humana. A cada vez que ama, ela acredita, de todo coração, ser esta a primeira vez que duas pessoas já experimentaram tamanha maravilha. Sinceramente, ela deseja que o amor seja real e para sempre, como nos contos de fadas que lia, a cada vez que tropeça em uma aventura romântica.

A amizade sempre acrescenta uma rica dimensão ao lado emocional entre um homem e uma mulher e nunca deixa de intensificar sua experiência sexual juntos. Apesar de toda a atitude impulsiva, às vezes descuidada da mulher Sagitário, no tocante à intensa emoção, ela será singularmente considerada meiga e feminina com seu gentil amante ou marido Libra. Sua forte amizade cria muita afeição real entre eles, o que torna a união física uma feliz espécie de partilha. É algo belo quando o sexo entre duas pessoas pode ser feliz, sincero e aberto. Estes dois, mais do que a maioria dos casais, tem consciência de como o milagre do amor os deixa mais gentis, doces e generosos, capazes de definir seus sonhos com mais clareza – de maneira como sentem os poetas, ao transmitirem emoções em palavras.

Estes dois sabem como falar juntos. Podem brigar tanto quanto qualquer outro casal, talvez ainda com maior freqüência e mais violência, mas o importante é a conversa. Quando discutem francamente suas mágoas, ciúmes, ajustes sexuais, preocupações financeiras e queixas mútuas, dão um grande passo em direção à solução...e, as vezes, só em discuti-los, eles desaparecem. Os desentendimentos entre Libra e Sagitário em geral terminam entre risos, na cama. A auto conscientização é conquistada menos dolorosamente quando alguém que nos ama é honesto o bastante para empunhar o espelho da verdade ante nossas falhas.

A presença física do libriano tem um maravilhoso efeito calmante sobre a inquietude da sagitariana, e ele gostará de ensinar-lhe a ser paciente quando as coisas dão errado.; a presença física da sagitariana excita o libriano de tal maneira que o faz esquecer coisas, como ser indeciso em insignificâncias...o que é uma saudável espécie de amnésia.

Bibliografia consultada - Os Astros comandam o Amor – Linda Goodman


Mulher – Sagitário                                 Homem - Escorpião
Fogo – Mutável - Positivo                     Água – Fixo - Negativo
Símbolo – o Centauro                           Símbolo – o Escorpião
Regido por Júpiter                                 Regido por Plutão
Forças Diurnas - Masculinas                  Forças Noturnas - Femininas

Ao contrário dela, o Escorpião típico detesta multidões, embora seja gentil com os animais, desde que em seu mapa natal não existam aspectos desarmônicos entre Júpiter ou Netuno. Ele precisa de longos períodos de solidão e quietude, de tempo para meditar e penetrar no âmago de si mesmo. Necessita de privacidade. Como é natural, isto pode provocar conflitos entre eles, embora não seja um problema insolúvel. Ele deverá fazer um esforço sincero para conter suas ânsias possessivas e permitir que ela procure as luzes brilhantes, que mude de cenário e tenha as conversas estimulantes de que precisa, em vez de procurar mantê-la em uma coleira, como se ela própria fosse um animalzinho de estimação. Naturalmente a sagitariana ficará mais feliz se ele lhe fizer companhia em sua vida social, mas se isto perturba a tranqüilidade do escorpiano, será melhor que os dois concedam um ao outro o direito de reterem seus estilos de vida individuais e anteriores, sem se sentirem forçados a sufocá-los. O escorpiano não precisará preocupar-se com a possibilidade desta mulher ser-lhe infiel quando ela estiver fora passeando com o cachorro, andando a cavalo, caçando alces com uma máquina fotográfica ou vagando sozinha pelo bosque. Uma paz singular a invade quando está próxima da natureza, e a solidão que tanto bem faz a ele – mas que ela rejeita – seria tão curativa para o espírito da sagitariana quanto para o dele se ela assim o permitisse.

Em comparação às demais mulheres, a sagitariana típica não conduzirá um caso amoroso em segredo. O sigilo é departamento de Escorpião, não dela. Se esta mulher chegar a perceber que seu amor por ele está chegando ao fim e transferindo-se para outro, o mais certo é que lhe confesse seus sentimentos perturbados, antes mesmo que o Escorpião desconfie de algo anormal. Uma vez que por natureza os escorpianos são desconfiados e também singularmente perceptivos, descobrindo quase tudo sobre os que lhe são mais próximos antes mesmo que estes o saibam, podemos imaginar com que rapidez a sagitariana precisará contar-lhe a verdade.

O tédio é a única coisa que fará uma mulher Sagitário deixar de amar mais depressa do que por qualquer outro motivo:ao passo que Escorpião só deixa de amar após decidir que sua parceira não merece mais sua dedicação porque, de algum modo, não se nivelou ao seu ideal de força de caráter. Escorpião não admite a fraqueza ou as pessoas que entregam os pontos facilmente. Ele pode sentir pena dos perdedores, mas só respeita os vencedores.

No começo, pelo menos, não haverá tédio entre estes dois quando compartilharem a intimidade física. Neste sentido, a franqueza dela poderá ser uma virtude cintilante, pois sua expressão sexual é tão aberta e sincera como devem ser tais sentimentos, o que age como um poderoso imã emocional para o escorpiano. Ele retribuirá ansiosamente a fogosa paixão da parceira, da mesma forma como ela reagirá com sincero e lisonjeador interesse às variadas facetas de sexualidade sempre ligeiramente esquiva dele, a qual flutua da gentil afeição e ternura à intensa sexualidade. Entretanto, se os luminares entre seus mapas natais estiverem em quadratura ou oposição, é possível que ela faça comentários críticos imediatamente antes, durante ou logo após a intimidade física, o que tem o efeito de uma martelada na trêmula sensibilidade deste homem. Em troca, ele pode revidar com súbita frieza e desinteresse, fazendo com que ela se sinta não amada e indesejada, provocando uma cena de lacrimosas censuras, porque a sagitariana não conterá a frustração dentro de si. Sendo um Signo de Fogo, ela pode ser torturada pelas chamas consumidoras do ciúme e acusa-lo irritadamente de amar outra mulher quando ele a ofender com uma de suas fases de passividade sexual. Não é provável que a acusação tenha fundamento. O senso de honra é tão forte nele como é nela o senso de honestidade, sendo raro o Escorpião que possa viver em mentira.

Este é um homem que sabe como querer e imaginar coisas que possam concretizar-se se seu desejo for intenso o bastante. Esta é uma mulher que precisa de um objetivo, algo pelo qual se esforçar e ansiar, amanhã, semana que vem ou no próximo ano. Sua imensa capacidade para ter Fé harmoniza-se às maravilhas com as vastas reservas de força de vontade dele. Assim, juntos, estes dois podem conseguir tudo aquilo que desejarem com intensidade e duração suficientes – incluindo-se a permanência do amor de um pelo outro.

Bibliografia consultada - Os Astros comandam o Amor – Linda Goodman


Homem – Sagitário                          Mulher- Escorpião
Fogo – Mutável - Positivo                Água – Fixo - Negativo
Símbolo – o Centauro                     Símbolo – o Escorpião
Forças Diurnas - Masculinas           Forças Noturnas - Femininas

Ela esta errada em suspeitar que este homem seja algo além do que aparenta. Oh, ele pode usar simbolicamente um pouco de pintura teatral de vez em quando, um nariz de bola, vestir-se de palhaço ou imaginar-se desempenhando algum papel como Hamlet, mas estas são apenas atuações inofensivas, às quais se entrega por ter um pouco de ator no sangue. Em geral, fica eufórico como criança se alguém adivinha o papel que está representando. O tipo de máscara trágica ou cômica usado pelo Arqueiro por momentos breves e fugazes é facilmente percebido por qualquer pessoa comum, em particular por uma mulher Escorpião, com sua penetrante percepção. Não, este homem não a enganará, deliberada ou conscientemente. Deus sabe que não lhe mentiria (aliás, ela talvez desejasse que isso acontecesse de vez em quando, para abrandar os choques e aparar um pouco as arestas).

As atitudes sexuais destes dois são bem diferentes, porem não incompatíveis. Ele faz amor com paixão, mas com freqüência também de maneira tocante, estranhamente ingênua e idealista. Ela se entrega ao amor com um fogo que tudo consome, concentrado, de uma incrível profundidade em certos mágicos e memoráveis momentos. Não há necessidade da astrologia para que isto seja interpretado como uma legítima oportunidade para duas pessoas encontrarem o meio de fundir suas carências físicas em uma experiência de intensa plenitude. Uma possível área de tensão talvez seja a tendência dela em encarar o ato amoroso como algo sagrado. Um êxtase partilhado sem palavras. Quanto a ele, poderá alguma vez aproveitar o momento de intimidade de ambos para expressar algo que tenha em mente, não lhe ocorrendo que aquela era ocasião imprópria para dizê-lo. Por menor que seja a regularidade de tal impropriedade, é demasiado freqüente. Então, ela poderá usar a proximidade e intimidade do ato sexual para desforrar-se do parceiro, por algo que ele disse ou fez e a tenha magoado, mostrando-se fria e não retribuindo caricias, portando-se com tal passividade que o ardente desejo será completamente extinto pela aptidão do elemento Água da escorpiana em afogar-lhe sentimentos e emoções. Este é sempre um perigo que existe para um Signo de Fogo e um de Água em todas as áreas de ajustamento, não apenas na sexual...mas ambos deveriam sentir-se particularmente envergonhados se um tratar o outro sem ternura, quando seus corações e corpos tentam manifestar o milagre da unicidade que é o amor.

Se ele der valor ao amor da escorpiana, sempre levará em conta os sentimentos dela. Apesar de toda a gentileza desta mulher, de sua aparente calma e estabilidade, às vezes o vulcão interno está mais ativo justamente quando ela esta mais calada. Suas emoções secretas são muito intensas, poderosas. Podem incitá-la a raiva devastadora ou fria e premeditada vingança; no entanto, também podem torná-la capaz de duradoura dedicação, capaz de impeli-lo para os mais altos paraísos que ele sonha alcançar, caso o sagitariano se preocupe o suficiente para manejar com ternura o coração da escorpiana e “não falar maldades”, como o macaco sábio.

Quanto a ela, deverá cuidar do amor franco e aberto do sagitariano como se fosse um tesouro, não o asfixiando com suspeitas e acusações. jamais deverá tentar dobrar o espírito do parceiro, onde nasceram seus sonhos azuis-celestes, seu dourado otimismo e seu estrelado idealismo jupiteriano...e onde, mais tarde, tudo isso foi acalentado.

Bibliografia consultada - Os Astros comandam o Amor – Linda Goodman

Homem – Peixes                                 Mulher - Sagitário
Água – Mutável - Negativo                 Fogo - Mutável - Positivo
Símbolo – os Peixes                           Símbolo – o Arqueiro
Regido por Netuno                            Regido por Júpiter
Forças - Noturnas - Femininas           Forças - Diurnas Positivas

Há todo um sortimento de surpresas que uma sagitariana apaixonada por um pisciano deve preparar-se para receber, em ocasiões variadas do relacionamento dos dois. A principio, ela não se incomodará muito e até achará excitante, em especial se os mutáveis empreendimentos do parceiro envolverem uma boa dose de viagens. Ela teve um caso incurável de “ânsia perambulativa” aos 14 anos mais ou menos, idade em que o arqueiro típico, de ambos os sexos, abandona o lar. Assim, no começo, ela arrumará suas malas alegremente e, cheia de otimismo, trotará ao lado dele, enquanto o pisciano acompanha todos aqueles desfiles circenses, trocando os tambores por um clarinete ou desistindo de seu consultório odontológico para tornar-se programador de computação. No começo, tudo irá bem.

Mais tarde...bem mais tarde, ela poderá bater o pé com força, irritada. Encarando-o fixamente, ele dirá algo diplomático, como: “Escute aqui, vagabundo! Estou farta de bancar a cigana ao seu lado! Você trocou de carreira tantas vezes, que já nem lembro se foi candidato ao Congresso, se abriu uma casa de chá japonesa ou vendeu óculos de sol. Se não tomar jeito e para com suas andanças, irei saber quanto me oferecem por você no Zoológico.

Após alguns disparos verbais nesse teor, o sensível pisciano literalmente se desmaterializará com o choque. De um modo ou de outro, ele desaparecerá. Da próxima vez que a sagitariana vir seu rosto talvez seja no jornal, ao ser eleito congressista, posando ao lado da nova namorada, como uma sutil indicação à sagitariana de que pretende pedir o divórcio.

Naturalmente, nem toda mulher sagitariana é de franqueza tão brutal como esta do nosso exemplo. Algumas arqueiras são tipo mais quietas, de fala mais suave e muito menos expressiva, mas ainda assim, podem mostrar-se inesperadamente francas, às vezes, e jamais ganhariam o Primeiro Prêmio pela Diplomacia e Tato. A questão é que a jovem sagitariana, ao amar impulsiva e ardentemente um pisciano, precisa suavizar sua abordagem. Do contrário, poderá, por descuido e sem querer, despedaçar-lhe o espírito e o coração, para não falarmos na perda da rara espécie de afeição e dedicação desse homem. Quanto a ele, precisará não ser tão sensível a ponto de pestanejar a cada vez que a sagitariana falar a verdade. Ela não pode conter seu ímpeto de ser honesta e, em geral, está armada com a melhor das intenções. Ele terá de explicar-lhe, ternamente, o quanto isso o magoa.

A mulher Sagitário e o homem Peixes devem esperar uma dose de tensão, originada dos conflitos ocasionais de suas personalidades divergentes. A tendência dele à auto piedade e a dela à premeditação, evidentemente dificultam o confronto de seus respectivos desafios, intensificando os problemas existentes. Não é provável, contudo, que o ciúme e a possessividade sejam um fator importante de descontentamento entre Peixes e sagitário, porque nenhum dos dois é realmente possessivo por natureza e ambos apreciam demais a própria independência para um nega-la ao outro ( a menos que o Ascendente ou Signo Lunar criem problemas nesta área).

Sexualmente, o pisciano que quizer alcançar a harmonia física com a sagitariana deverá fazer um esforço consciente para ser menos passivo e casual, e sim, mais ativo e entusiasta. No entanto, a mesma influência o torna um amante terno e intuitivo para esta mulher...gentil e imaginativo. Ela precisará estar atenta aos sentimentos do pisciano, procurando ser menos impulsiva e direta em seu palavreado. Do contrário, suas emoções ardentes poderiam desestimular a confiança dele na aptidão para satisfazê-la. De qualquer modo, tensões e conflitos emocionais freqüentes, embora estimulem a sagitariana, congelarão o desejo do pisciano da mesma forma como uma falta de retribuição entusiasta ou a sensação de ser ignorada poderão congelar o desejo dela.

Não obstante, se eles se amarem o suficiente, a mulher sagitariana e seu pisciano podem encontrar um meio para a solução de suas diferenças. Ela precisará tentar agir com mais tato, ser mais considerada e gentil, sem sacrifício da integridade e independência do elemento Fogo de sua natureza. Ele precisará tentar ser um pouco mais aberto, direto e expressivo, sem sacrifício da privacidade e tranqüilidade íntima do elemento Água de sua natureza. Então, cada um poderá refletir o astro do outro, ao mesmo tempo permanecendo eles próprios.

Bibliografia consultada - Os Astros comandam o Amor – Linda Goodman

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário